6 livros sobre crimes e investigação que você precisa ler

Tempo de leitura: 6 minutos

Você gosta de suspenses com investigações e detetives? Tem interesse nessa profissão? Então você precisa conhecer alguns livros sobre crimes que contam histórias empolgantes, com muito mistério, reviravoltas e investigadores que são verdadeiras fontes de inspiração.

Ficou curioso? Continue a leitura e veja nossas dicas!

1. Assassinato no Expresso do Oriente, de Agatha Christie

Era para ser apenas uma simples viagem de trem, mas quando o veículo é detido por uma nevasca próximo à Iugoslávia, um dos passageiros é brutalmente assassinado. Por coincidência do destino ou não, o incrível detetive Hercule Poirot está a bordo e quer descobrir o culpado.

Quem é o responsável? O mordomo? O conde? O professor? Ainda há o médico, a viúva, a missionária e vários outros suspeitos. Não é uma tarefa fácil, pois a vítima tinha uma coleção de inimigos. E Poirot tem que agir rápido, já que o criminoso está entre eles.

A obra foi escrita por Agatha Christie e conta uma das muitas aventuras do investigador belga. De aparência elegante e impecável, Poirot impressiona qualquer um com sua inteligência e capacidade de desvendar enigmas.

Assassinato no Expresso do Oriente ganhou recentemente uma nova adaptação para o cinema (trailer aqui!) e com certeza te fará ter vontade de ler outros títulos da autora.

2. Cem Gramas de Centeio, de Agatha Christie

Esse livro foi escrito originalmente em 1953, mas não se assuste! Sua linguagem é fácil e a trama é bem envolvente. Tudo parte de um dia como todos os outros na vida de um magnata. Mas quando ele morre após tomar um chá servido por sua secretária, a polícia inicia uma investigação e encontra cem gramas de centeio dentro de seu paletó.

Também é descoberto que sua família não sente falta da vítima. Na verdade, todos parecem ter algo contra ele. Começa então a saga para revelar quem afinal cometeu o homicídio, dentre tantos suspeitos.

A personagem que tenta resolver o caso é Miss Marple, uma simpática senhora que atua como detetive amadora e está em diversos suspenses de Christie. Ela só aparece na metade da história, mas é fundamental para a resolução do mistério.

Miss Marple mostra que com coragem, sagacidade e conhecimento da natureza humana é possível desvendar várias incógnitas. Como as pessoas nem suspeitam de suas habilidades, ela consegue ajudar os policiais de diferentes formas.

A personagem também é protagonista de obras como Um Corpo na Biblioteca, Um Passe de Mágica, Nêmesis e Convite para um Homicídio. Vale super a pena ler!

3. Um Estudo em Vermelho, de Arthur Conan Doyle

Se você gosta de histórias de detetives, provavelmente já ouviu falar em Sherlock Holmes. É dele inclusive a frase “Meu caro Watson” que, não por acaso, é o nome desse blog.

Um Estudo em Vermelho, que marca a estreia de Arthur Conan Doyle como escritor, traz a primeira aparição pública do investigador, além de contar também como aconteceu seu encontro com o parceiro e amigo Dr. Watson.

A dupla decide dividir um apartamento e Watson logo constata que seu colega é capaz de solucionar enigmas aparentemente indecifráveis para qualquer policial. Com facilidade para usar lógica dedutiva e métodos científicos, Sherlock impressiona e serve como inspiração para detetives em diversos países.

Mas não pense que é impossível se tornar tão bom quanto ele — ou pelo menos o mais próximo possível. O habilidoso mentalista Colin Cloud, por exemplo, começou sua carreira estudando investigação forense e é hoje considerado o “Sherlock Holmes da vida real”.

4. Os Assassinatos da Rua Morgue, de Edgar Allan Poe

Edgar Allan Poe é tido como o criador do gênero policial e influenciou vários escritores, incluindo Arthur Conan Doyle, principalmente quando falamos da obra Os Assassinatos da Rua Morgue.

Na trama, uma velha senhora e sua filha são brutalmente assassinadas em Paris sem qualquer motivo aparente. Quem começa a trabalhar no caso é Auguste Dupin, um detetive que pensa fora da “caixa” do senso comum, além de ser bastante inteligente e observador.

A partir daqui não vamos dar mais detalhes para não acabar com o mistério. Leia e você não se arrependerá!

5. Nudez Mortal, de J. D. Robb

Escrito por Nora Roberts sob o pseudônimo de J. D. Robb, Nudez Mortal é o primeiro título da Série Mortal, que já tem mais de 40 volumes lançados.

Ambientada em um mundo futurista (Nova York no ano de 2058), a história segue a detetive Eve Dallas tentando desvendar um possível escândalo político: a neta de um senador é assassinada e sua vida secreta de prostituição vem à tona.

Durante a investigação criminal, Eve conhece Roarke, bilionário irlandês que é um dos suspeitos do crime e se torna fundamental para ela.

A série da autora, que lembra um pouco a dinâmica de alguns seriados policiais famosos, como CSI e Mentes Criminosas, também é composta por livros como Glória Mortal, Eternidade Mortal e Êxtase Mortal.

6. Os Homens que não Amavam as Mulheres, de Stieg Larsson

Esse é o primeiro volume da quadrilogia sueca Millennium, que tem como protagonistas Lisbeth Salander, uma hacker incrivelmente inteligente, e Mikael Blomkvist, um jornalista investigativo.

Acompanhamos Lisbeth, vista por todos como uma funcionária nada sociável que faz trabalhos insignificantes, passando a ser essencial para a resolução do sumiço (e provável assassinato) de Harriet Vanger, 36 anos atrás.

As publicações seguintes, A Menina que Brincava com Fogo e A Rainha do Castelo de Ar, contam um pouco mais da vida da personagem e, assim como Os Homens que não Amavam as Mulheres, foram lançadas postumamente após Stieg Larsson falecer em 2004.

Já o quarto título, A Garota na Teia de Aranha, foi escrito por David Lagercrantz com o objetivo de continuar a trama e satisfazer os fãs.

Saiba por que ler livros sobre crimes e investigação

Essas são só algumas das obras literárias com essa temática, pois existem várias outras que seguem essa mesma linha. Depois de se aventurar nesse universo, você não vai querer parar mais, acredite! Até pessoas que geralmente preferem ver filmes e séries acabam gostando de publicações nesse estilo.

Se você tem interesse em ser um detetive e gosta do assunto, essas histórias podem facilmente servir de inspiração. Talvez você até pegue alguns “truques”, ferramentas e técnicas que podem ser usados na vida real.

Seja só por mero passatempo ou para mergulhar de cabeça no mundo do suspense policial, a leitura de livros sobre crimes e investigações é muito vantajosa! E se você quiser mais dicas de entretenimento, não deixe de conferir nosso artigo com os 6 filmes de detetive que você precisa assistir!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *