ABIN encaminha novo pedido de concurso

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A ABIN encaminhou novo pedido de autorização para abertura de concurso público ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. A Agência solicitou a inclusão de 650 vagas na Lei Orçamentária Anual de 2017.

O pedido é para que as vagas tenham provimento escalonado: as nomeações seriam divididas em quatro anos, entre 2017 e 2020.

A solicitação abrange 250 vagas de oficial de Inteligência, 200 de oficial técnico de Inteligência, 90 de agente de Inteligência e 110 de agente técnico de Inteligência.

VAGAS SOLICITADAS

Oficial de Inteligência 250
Oficial Técnico de Inteligência 200
Agente de Inteligência 90
Agente Técnico de Inteligência 110
Total 65

Solicitação Anterior

Último concurso abriu 80 vagas, em 2010

O último pedido de concurso feito pela ABIN ao Ministério do Planejamento solicitou a abertura de 470 vagas. A solicitação foi feita em abril de 2014 e negada em dezembro do ano passado.

O Ministério do Planejamento restituiu o processo à Agência informando que a solicitação de concurso não foi contemplada na proposta de lei orçamentária anual de 2016.

O documento ainda expôs que a ABIN poderia protocolar novo pedido de concurso no entre 1º de março e 31 de maio deste ano, para avaliação e compatibilização com o projeto de lei orçamentária anual para 2017 – o que foi feito agora pela Agência.

O último concurso realizado pela ABIN foi feito em 2010. Foram abertas 80 vagas para os cargos de oficial técnico de Inteligência e agente técnico de Inteligência.

Fonte> www.abin.org.br

Comments

comments

1 comentário


  1. Sim, concordo que a situação esta muito difícil, estamos atravessando uma situação calamitosa, mas a segurança no Brasil também esta atravessando uma situação de risco, só não enxerga, quem não quer enxergar mesmo, ou não tem interesse na manutenção das nossas divisas. Acho que esta é uma das prioridades a serem tomadas e urgente. Acredito que o quadro de pessoal de inteligência tem que ser aumentado, sim, e treinamentos intensivos.
    Eu sou um cidadão preocupado com a entrada de pessoas vista como terroristas, principalmente agora com os Jogos Olímpicos. Eu também tenho olhos e ouvidos, portanto também estarei atento.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *