Luiz Gomes

Anular provas é cada vez mais difícil, e defesa tem que vencer no mérito

Anular provas é cada vez mais difícil, e defesa tem que vencer no mérito

menos de 1 minuto BRASÍLIA — Castelo de Areia, Satiagraha e Banestado são passado. Em dois anos, a Lava-Jato pôs fim à era das operações anuladas em tribunais superiores, impôs um ritmo inédito à Justiça brasileira e virou de cabeça para baixo a realidade dos escritórios de advocacia penal. Sob forte demanda e com honorários na casa dos milhões, bancas de grande e médio porte tiveram que sofisticar os argumentos de defesa e incrementar os recursos à disposição dos clientes para fazer frente à Continue lendo

Investigador particular diz ter visto Madeleine McCann no Paraguai

Investigador particular diz ter visto Madeleine McCann no Paraguai

menos de 1 minuto Um investigador particular afirma ter visto Madeleine McCann — a garota britânica desaparecida de um hotel português aos 3 anos de idade em 2007 — no Paraguai. Ela estaria vivendo na cidade de Aregua, próxima a Assunção, sob a custódia de uma mulher há cerca de dois meses, segundo disse o detetive Miraz Ullah Ali à imprensa. Autoridades paraguaias, no entanto, afirmam não ter informações sobre o paradeiro da menina que é procurada pelos pais há quase nove anos. A Continue lendo

PF usa software de espionagem nas investigações da Lava Jato

PF usa software de espionagem nas investigações da Lava Jato

menos de 1 minuto O Cenário político brasileiro está em clima de guerra com o desenrolar das investigações da Operação Lava Jato, realizadas pela Polícia Federal. O que não se discute muito por trás desse processo todo são os métodos que os agentes utilizam para adquirir dados cruciais para o andar das apurações. Para analisar os dados contidos em aparelhos celulares dos investigados e suspeitos da Operação Lava Jato, a Polícia Federal utiliza uma tecnologia criada por especialistas em ciência forense de Israel que Continue lendo

É oficial: espionagem ‘governamental’ é autorizada na Alemanha

É oficial: espionagem ‘governamental’ é autorizada na Alemanha

menos de 1 minuto O Ministério do Interior da Alemanha aprovou uma medida que permite à polícia federal alemã usar um programa malicioso especial (trojan) para hackear computadores e celulares de suspeitos deste modo permitindo-lhes ter oportunidades de vigilância quase ilimitadas. O vírus informático pode ser usado mesmo na semana corrente, informou a emissora de rádio Deutschlandfunk. O software malicioso, desenvolvido com este objetivo pela Polícia Federal da Alemanha, tem funções similares a víruses geralmente usados por hackers, informou a emissora Deutsche Welle. O Continue lendo

Entenda a ideia de espionagem em massa por trás do seu cartão de débito

Entenda a ideia de espionagem em massa por trás do seu cartão de débito

menos de 1 minuto Se você ainda acredita na ingenuidade do mundo e, consequentemente, do Sistema que rege tudo, vai ficar impressionado em saber como pesquisadores imaginaram uma forma de vigilância dos seus cidadãos, usando basicamente a mesma tecnologia que temos hoje em um simples cartão de débito. Hoje em dia todo mundo tem seu cartão de débito, o chamado dinheiro de plástico. É impossível imaginar uma vida sem essa tecnologia que facilita bastante nosso cotidiano. Mas o que poucos sabem, ou nem lembram, Continue lendo

FBI abriu investigação sobre Borat

FBI abriu investigação sobre Borat

menos de 1 minuto O comediante Sacha Baron Cohen, criador de personagens como o modelo austríaco Bruno e o rapper Ali G, revelou que o FBI monitorou os movimentos de seu personagem Borat Sagdiyev, durante as filmagens de “Borat: O segundo melhor repórter do glorioso país Cazaquistão viaja à América” (2006), acreditando que ele fosse real. Sacha Baron CohenSacha Baron Cohen volta a ser cogitado para encarnar Freddie Mercury nos cinemas Sacha Baron Cohen em cena de “O ditador” Novo filme de Sacha Baron Continue lendo

Responda se for capaz????…..

Responda se for capaz????…..

menos de 1 minuto Uma instituição, seja ela denominada sindicato, associação ou conselho de classe, que não tem endereço, nunca fez uma reunião ou assembléia entre seus associados, que elege diretoria sem a participação de seus associados em assembléia, que vende e espalha carteirinhas de detetive pela internet sem nenhum valor, que recebe contribuição associativa de seus associados, mas ninguém sabe o que é feito com os valores recebidos pode se apresentar e atuar como representante legal da categoria?

Relator do PLC 106/14 assume liderança no Senado Federal

Relator do PLC 106/14 assume liderança no Senado Federal

menos de 1 minuto Hoje 5ª feira 25/02, começamos o dia com uma excelente notícia. O Senador Humberto Costa PT/PE, recebeu da Casa Civil, a incumbência de assumir a liderança do partido junto ao Governo no Senado.  Para os que ainda não estão antenados com a situação, lembramos que o Senador Humberto Costa é o relator do PLC 106/14 de regulamentação da profissão de detetive. É notório o empenho do Senador Humberto Costa na aprovação deste importante projeto que irá trazer um alento à Continue lendo

Coréia do Norte está preparando ataques, alerta agência de espionagem Sul-Coreana

Coréia do Norte está preparando ataques, alerta agência de espionagem Sul-Coreana

menos de 1 minuto SEUL — O líder norte-coreano Kim Jong-un teria ordenado o início de preparativos para atacar a Coreia do Sul, segundo informações da agência de espionagem sul-coreana nesta quinta-feira. Entretanto, os agentes afirmaram que não poderiam confirmar a suspeita no momento. De acordo com os dados coletados e estudos passados sobre as ameaças de Kim Jong-un, os ataques poderiam ser dirigidos contra ativistas anti-Pyongyang, dissidentes e membros do governo sul-coreanos. Os locais dos ataques seriam estações de metrô, shopping centers e Continue lendo

Grupo de espionagem brasileiro é identificado por gerundismo

Grupo de espionagem brasileiro é identificado por gerundismo

menos de 1 minuto O primeiro grupo de ciberespionagem brasileiro, chamado Poseidon, foi identificado pela Kaspersky, empresa russa de segurança digital. Os pesquisadores determinaram que brasileiros estão envolvidos por conta do uso de gerundismo no código do malware. Os verbos no gerúndio identificam a nacionalidade dos hackers mal intencionados porque não é tão comum o uso desse tempo nominal em outros países que falam português. “Identificamos trechos com expressões como ‘estaria confirmando’ em vez de ‘a confirmar’, como se diz em países como Portugal”, Continue lendo