Opinião

Comissão de pró regulamentação dos detetives está sem rumo e sem direção

Comissão de pró regulamentação dos detetives está sem rumo e sem direção

menos de 1 minuto Alguém pode explicar isso ai? Ontem quarta feira 23/03 recebi pela primeira vez uma ligação de um dos membros da suposta comissão de pró regulamentação da profissão liderada pelo NÃO detetive Sr. Itacir Flores. Para que está chegando agora e não sabe o que está acontecendo, vou explicar: O Sr. Itacir Flores, presidente da comissão de pró regulamentação, NÃO é, e nunca trabalhou como detetive. A ligação tinha como objetivo segundo o seu interlocutor (detetive Ábacus) saber detalhes do motivo Continue lendo

O detetive que nunca foi detetive

O detetive que nunca foi detetive

menos de 1 minuto Estamos vendo e acompanhando a movimentação de um cidadão que está empenhado em dividir a classe dos detetives. A estratégia de dividir a classe é a mesma estratégia que o atual governo vem fazendo com o povo brasileiro. Ricos contra pobres, negros contra brancos. No nosso caso, detetives contra detetives. Detetives intelectuais contra detetives ignorantes, assim pensa ele, que a maioria é ignorante. E que por isso vai ser fácil manipular e dominar. O que já aviso: É um grande Continue lendo

Responda se for capaz????…..

Responda se for capaz????…..

menos de 1 minuto Uma instituição, seja ela denominada sindicato, associação ou conselho de classe, que não tem endereço, nunca fez uma reunião ou assembléia entre seus associados, que elege diretoria sem a participação de seus associados em assembléia, que vende e espalha carteirinhas de detetive pela internet sem nenhum valor, que recebe contribuição associativa de seus associados, mas ninguém sabe o que é feito com os valores recebidos pode se apresentar e atuar como representante legal da categoria?

Teses sobre homicídio (Parte 1)

Teses sobre homicídio (Parte 1)

menos de 1 minuto Por André Peixoto de Souza O desfecho do filme Estômago mostra o crime cometido por Raimundo Nonato: matou sua noiva e seu chefe. Íria, uma prostituta que inicia o namoro em troca da boa comida feita por Raimundo, possui uma única regra no ofício: não beijar na boca. Giovanni, chef de renome, dono de importante restaurante, contrata Raimundo porque percebe o seu dom e o seu potencial. Mas o triângulo é aperfeiçoado quando Giovanni encontra Íria, e os dois são Continue lendo

Policial cita espionagem em caso que levou à cassação de ex-presidente da Câmara de Cuiabá

Policial cita espionagem em caso que levou à cassação de ex-presidente da Câmara de Cuiabá

menos de 1 minuto Depoimento prestado por policial civil à juíza Selma Rosane Santos Arruda dá conta de que funciona dentro da Prefeitura de Cuiabá um sistema de espionagem de servidores suspeitos de práticas ilícitas. Segundo o policial civil Wilton Brandi Hohlenwerger Júnior, cedido pelo governo do Estado ao Palácio Alencastro, seu trabalho é “produzir provas”, que ficam sob seu domínio. Um dos casos em que Wilton participou é justamente o que resultou no registro do então presidente da Câmara de Cuiabá, vereador João Continue lendo

10 gadgets bizarros de espionagem que eram usados antigamente

10 gadgets bizarros de espionagem que eram usados antigamente

menos de 1 minuto A espionagem é uma prática muito, muito antiga. Hoje em dia, ao pensar em um espião profissional, nossas cabeças são automaticamente bombardeadas com imagens de filmes como “007” e “Missão: Impossível”, com seus agentes usando gadgets futuristas para concluir suas missões. Obviamente, nem sempre as coisas funcionaram desse jeito. Nesta matéria, você verá alguns gadgets curiosos, bizarros e improvisados que já foram usados ao longo da História para fins de espionagem. 1) Microfone no martini Durante a década de 60, Continue lendo