O IMPORTANTE TRABALHO DO DETETIVE NO COMBATE A INDÚSTRIA DA PENSÃO ALIMENTÍCIA

Tempo de leitura: 3 minutos

É de causar perplexidade uma série de fatos que acontecem diariamente nos tribunais de justiça de todo País, entretanto, embora pudesse ser enumerada aqui uma extensa lista de tais acontecimentos, a presente matéria pretende, de modo despretensioso, focar-se especificamente na indústria que se tornou a prestação de alimentos dos pais a seus filhos menores.

Mas antes deste autor ser acusado de machista, quero deixar claro que o objeto desta matéria é aquela grande parcela de homens que age de boa-fé, exatamente na medida de suas possibilidades, e mesmo assim, ainda é constantemente demandada judicialmente.

O dever de pagar pensão alimentícia é a maior obrigação imposta ao pai. Se não pagar vai preso. A prisão é imediata e o constrange com rigor maior que o do criminoso. Na seara criminal, quem pratica delito só é recolhido à prisão após o demoradíssimo “trânsito em julgado” da condenação, que só acontece após infindáveis recursos e chicanas jurídicas, enquanto que a ‘execução’ do devedor de alimentos é imediata.

Ao menos 100 mil processos de cobrança de pensão alimentícia tramitam hoje em todo País.

Não pensem que somente grandes empresários, atores e jogadores famosos são os únicos alvos desta indústria milionária. Pessoas comuns, do dia a dia, como pequenos empresários, empregados e até desempregados são alvos muitas vezes de ações abusivas como já mostramos aqui neste blog na matéria intitulada “O detetive e a indústria da pensão alimentícia”. (clique aqui e assista ao vídeo)

Diante deste fenômeno da indústria alimentícia, surge como um grande aliado daqueles que se sentem injustiçados, a figura do detetive particular.

É cada vez mais comum a contratação destes profissionais para estabelecer a verdade de determinados fatos discutidos nos tribunais.

Recentemente, um empresário espanhol se sentiu constrangido por ter sido obrigado por um Juiz a pagar mais do que o dobro do valor da pensão alimentícia da sua ex-esposa, que havia entrado com pedido de revisão de valores da pensão, alegando que a situação econômica do ex-marido havia melhorado recentemente, e que a filha de ambos, quando na posse do pai, passava o tempo com os avós paternos e não com o progenitor.

Indignado com a decisão do magistrado e estranhado a rapidez com que se deu o processo de revisão e decisão, decidiu contratar um detetive particular para levantar informações sobre a vida pessoal e financeira da sua ex-esposa. E para surpresa do empresário, o detetive descobriu que sua ex-esposa mantinha uma relação amorosa com o juiz que o condenou a pagar o aumento no valor da pensão.

A história foi contada pelo Jornal El Español, onde o caso em questão, ocorreu na província espanhola de Ávila, a noroeste de Madrid.

Vale a pena conferir a matéria para entender o quão é importante para a sociedade o trabalho incansável dos detetives particulares, que buscam com seu oficio restabelecer a verdade dos fatos.

Clique no link abaixo e leia a matéria completa.

https://www.sabado.pt/mundo/detalhe/enviou-detetive-para-investigar-juiz-que-aumentou-a-pensao-de-alimentos-e-descobriu-que-era-amante-da-ex-mulher

Fonte: Jornal Sabado PT

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *