//O que faz um detetive particular e como se preparar para o mercado?

O que faz um detetive particular e como se preparar para o mercado?

O momento de escolher uma profissão pode gerar muitas dúvidas. Por isso, pesquisar sobre a especialização desejada é essencial. Quando a formação escolhida não é tão conhecida no mercado, a insegurança pode ser tornar maior, e esse pode ser o caso do Curso de Formação e Habilitação para Detetive.

Por isso, neste artigo você vai poder conhecer sobre como é a atuação do profissional formado no Curso de Habilitação para Detetive. Além disso, vamos esclarecer o caminho para a especialização na área e os nichos de mercado que abrem oportunidade para os trabalhadores formados.

Então, se você tem curiosidade em saber mais sobre a área de atuação do Detetive Particular, siga lendo o artigo, e aproveite para esclarecer todas as suas dúvidas sobre o tema. Dessa forma, você poderá fazer uma escolha embasada em conhecimento para sua formação no mercado de trabalho.

Vem com a gente!

O que você verá neste artigo: 

Quais as responsabilidades do profissional formado em Investigação?

Como é o mercado de trabalho para o Detetive Particular?

Qual o perfil do profissional?

Qual o faturamento do profissional?

Com a formação no Curso de Habilitação para Detetive o profissional se torna responsável por elaborar, coordenar e implementar ações de investigações com o objetivo de produzir elementos de provas diretas e indiretas.

Portanto, para exercer o trabalho na área é preciso dominar disciplinas teóricas, como por exemplo: Direito e Sociologia. Além disso, atividades mais técnicas, como Negociação, Gerenciamento de Crises e Técnicas de Investigação.

Vale ressaltar que todo o curso e a atuação do profissional após a formação precisam ser pautadas no respeito aos direitos humanos e nos princípios de Cidadania.

Por conta do alto número de casos não solucionados pelo Estado como por exemplo, de pessoas desaparecidas involuntariamente, violência contra a mulher, criança e idosos, roubos, furtos, fraudes, etc., é importante contar com profissionais preparados para lidar com o problema. Dessa forma, os estudantes que terminam o Curso de Habilitação para Detetive encontram boas oportunidades no mercado de trabalho. 

Portanto, as ações exercidas pelos profissionais formados no mercado da investigação profissional incluem um campo vasto de atuação e conhecimento.

Além disso, os profissionais estão aptos para lidar com as tecnologias disponíveis para o setor de investigação.  Estando ainda preparados para desenvolverem projetos de inteligência na área e, por isso, é necessário profissionais instruídos e capacitados.

Dessa forma, estão entre as habilidades dos profissionais o planejamento, ações de campo (diligências), aplicação de técnicas de investigação e análise de riscos.

Como é o mercado de trabalho para o Detetive Particular?

O estudante, quando termina o curso de Habilitação para Detetive, encontra um mercado de trabalho vasto de oportunidades para profissionais capacitados na área. Portanto, os profissionais podem trabalhar em diversos nichos de mercado como por exemplo:

ÁREA DE FAMÍLIA

Investigação de infidelidade conjugal

Investigação para fins de pensão alimentícia

Investigação de maus tratos a crianças e idosos

Investigação de violência doméstica

Investigação comportamental dos filhos

Estelionato Emocional

Localização de pessoas

Localização de endereços e telefones

Levantamento de dados cadastrais de pessoa física e jurídica

Investigação e localização de dados e documentos

Investigação de patrimônio oculto

Investigação de roubos e furtos em residência

Investigação de danos ao patrimônio

INVESTIGAÇÃO EMPRESARIAL

Auditoria e Perícia Fiscal

Investigação para detectar concorrência desleal

Monitoramento de funcionários

Infiltração de agentes disfarçados de funcionário

Levantamento de vida pregressa para contratação de funcionários

Histórico de vida pessoal, financeiro e profissional de sócios e colaboradores

Combate à pirataria

Investigação de desvio de mercadorias

Levantamento patrimonial de pessoas físicas e jurídicas

Análise e perícia de documentos

Investigação para fins de busca e apreensão

Fraudes em seguros, acidentes de trabalho

INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

Investigação de crimes de estelionatos e outras fraudes

Investigações de roubos, furtos e apropriações indébitas

Investigação de crimes contra à pessoa (homicídio, sequestros…)

PERÍCIAS TÉCNICAS

Perícia Grafotécnica

Perícia Documentoscopia

Perícia de áudio e imagens

Perícia Papiloscópica

INVESTIGAÇÃO CIBERNÉTICA E PERÍCIA FORENSE

Perícia em equipamentos Digitais

Recuperação de dados e imagens

Verificação de perfis de aplicativo

CONTRA ESPIONAGEM

Varreduras eletrônicas em instalações para verificação e detecção de equipamentos de espionagem

Proteção contra vazamentos de assuntos sigilosos

Proteção e identificação de elementos infiltrados pela concorrência

Vale ressaltar que cada nicho de mercado exige uma determinada especialização. Contudo, o desenvolvimento das tecnologias na área, e as novas habilidades necessárias, fazem a especialização em investigação cada vez mais essencial para os profissionais do segmento.

Qual o perfil do profissional?

Como dito anteriormente, após se formar no Curso de Habilitação para Detetive, o aluno é preparado para a atuação em agências especializadas ou até mesmo por conta própria. Além disso, pode atuar como consultor de empresas privadas, estatais e escritórios jurídicos.

Dessa forma, é importante que o profissional tenha habilidades de relacionamento e liderança. As competências são essenciais por conta da complexidade das situações que enfrenta no trabalho e da necessidade de se trabalhar em equipe.

Além disso, outras características também são importantes para exercer o trabalho da melhor maneira de encontrar sucesso na área.  Dessa forma, confira as habilidades importantes para o profissional formado no curso de Habilitação para Detetive:

Capacidade analítica — O profissional precisa ter boas habilidades para avaliar os cenários e contextos em que está inserido no trabalho de investigação. A ação é importante para poder entender os problemas e buscar soluções para diminuir os riscos durante a ação.

Iniciativa — A área da investigação profissional precisa de muito planejamento para atuar com sucesso. Entretanto, em alguns momentos é preciso que o profissional tome a frente para lidar com alguma adversidade durante a atuação no trabalho.

Comunicação e Negociação — O profissional da área de investigação profissional precisa lidar com as equipes de trabalho e a sociedade. Por isso, é importante ter uma boa comunicação. Ela servirá para lidar com os diversos setores e encontrar os melhores meios para atender as demandas do trabalho.  

Responsabilidade e ética – Os trabalhadores que exercem funções no setor de investigação têm muita importância para sociedade, além de extrema responsabilidade. Justamente por isso, o profissional precisa atuar sempre com respeito aos Direitos Humanos e aos princípios da Cidadania. 

Contudo, se você sente que não domina alguma dessas características não se preocupe! Ao longo da especialização você terá a oportunidade de desenvolver as habilidades necessárias, e aprimorar enquanto exercer a profissão.

Qual o faturamento médio do profissional de investigação na área privada?

Após se formar no mercado, o profissional pode escolher trabalhar como agente de investigação contratado por agências especializada ou trabalhar por conta própria. Dessa forma, a média de faturamento para o setor é de R$ 3.000,00 para os iniciantes no cargo a 50.000,00 para os mais experientes.

O levantamento foi realizado pela ANADIP – Associação Nacional dos Detetives e Investigadores Privados que representa à categoria. Ainda segundo a pesquisa, o perfil profissional de quem ocupa os cargos de investigador privado é de um trabalhador com 36 anos, do sexo masculino e que trabalha cerca de 44h por semana.

Vale ressaltar que o valor pode variar por conta do tipo de serviço contratado, e também depende da esfera. Além disso, a localidade da execução da investigação também pode influenciar o valor da contratação.

Então, o que você achou da área da investigação Profissional? Está pensando em investir na formação? Enfim, espero que o artigo tenha contribuído na sua decisão.

Não esqueça de continuar acompanhando os conteúdos do blog Meu caro Watson.

Comments

comments