Um quarto dos russos cobre webcam com fita para evitar espionagem

Um quarto dos russos cobre webcam com fita para evitar espionagem

menos de 1 minuto Brinca-se que, na Rússia, não há nenhum problema ou falha que não possa ser corrigida com um pedaço de fita adesiva. No entanto, no mundo de hoje, a fita pode ser também útil para garantir a segurança dos dados. De acordo com uma pesquisa realizada pela Kaspersky Lab, empresa russa de segurança da informação, 23% dos moradores do país colocam um pedaço de fita sobre a webcam em seus laptops. Os motivos, segundo a estudo, são variáveis. Em primeiro lugar, Continue lendo

Vigiar pessoa por celular é 20 vezes mais barato do que usar agente policial

Vigiar pessoa por celular é 20 vezes mais barato do que usar agente policial

menos de 1 minuto Reproduzimos aqui uma reportagem da Folha, assinada pela jornalista Stefanie Silveira, reproduzindo a lógica do que hoje muito se utiliza em atividade de inteligência e investigação criminal: Monitorar uma pessoa por meio do seu celular é 20 vezes mais barato do que usar um agente policial e um carro para seguir o suspeito. É o que diz uma pesquisa realizada nos EUA por dois consultores de segurança. O trabalho comparou os custos do monitoramento de pessoas utilizando formas “tradicionais”, como Continue lendo

Robert Muggah: “O governo brasileiro não é inocente quando o assunto é espionagem”

Robert Muggah: “O governo brasileiro não é inocente quando o assunto é espionagem”

menos de 1 minuto O acesso em massa à tecnologia acelerou a demanda e a troca de informação e transformou as relações sociais entre os cidadãos, seus representantes e o setor privado no Brasil. Por outro lado, abriu espaço a crimes difíceis de contornar: roubo e divulgação de dados, espionagem, pedofilia, desvio de dinheiro e tantos outros passíveis de versão digital. Grupos de Segurança e Resposta a Incidentes (CSIRTs) indicam que, desde o início dos anos 2000, 75% dos usuários brasileiros foram vítimas de Continue lendo

ABIN encaminha novo pedido de concurso

ABIN encaminha novo pedido de concurso

menos de 1 minuto A ABIN encaminhou novo pedido de autorização para abertura de concurso público ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. A Agência solicitou a inclusão de 650 vagas na Lei Orçamentária Anual de 2017. O pedido é para que as vagas tenham provimento escalonado: as nomeações seriam divididas em quatro anos, entre 2017 e 2020. A solicitação abrange 250 vagas de oficial de Inteligência, 200 de oficial técnico de Inteligência, 90 de agente de Inteligência e 110 de agente técnico de Continue lendo

Projeto de lei prevê prisão para quem filmar, fotografar ou “captar a voz” sem autorização

Projeto de lei prevê prisão para quem filmar, fotografar ou “captar a voz” sem autorização

menos de 1 minuto E o grampo? Corre na Comissão de Ciência e Tecnologia projeto que prevê prisão por até dois anos para quem filmar, fotografar ou “captar a voz” sem autorização. Pela proposta de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB), quem divulgar também irá preso. Calma lá O relator do projeto, Fábio Sousa (PSDB-GO), sugeriu que não haja pena em alguns casos, como notícias jornalísticas e denúncias de atos ilícitos. Sem o remendo, gravações como a de Sérgio Machado seriam vedadas. Fonte: Painel

Falso detetive é preso acusado de participar da morte de advogado em Palhoça/SC

Falso detetive é preso acusado de participar da morte de advogado em Palhoça/SC

menos de 1 minuto Este seria apenas mais um caso de violência gratuita como tantos outros que acontecem diariamente em todo Brasil. Situações como essa são cada vez mais comuns. Policiais em serviço ou de folga atuando clandestinamente, usando o aparato do Estado para fazer valer a sua própria lei. Desta vez, vemos a presença de um personagem que aparece na cena do crime, acusado de participação na morte do advogado Roberto Luiz Cardart, e que apesar dos kilometros de distância entre o fato Continue lendo

Saiba a diferença entre furto, apropriação indébita e estelionato

Saiba a diferença entre furto, apropriação indébita e estelionato

menos de 1 minuto Este é mais um excelente artigo produzido pelo Canal Ciências Criminais. O tema de hoje é sobre a diferença entre furto, apropriação indébita e estelionato. E para uma melhor compreensão dos leitores sobre o assunto, o autor Cesar Lima fez uma ilustração bem simples e de fácil entendimento. Vale a pena conferir. Clique aqui e leia a matéria completa.    

A prova ilícita e o seu conteúdo

A prova ilícita e o seu conteúdo

menos de 1 minuto Questão de difícil compreensão no âmbito do processo penal por pessoas leigas e, até mesmo, por técnicos que labutam em outros ramos do direito, gira em torno da prova ilícita, mormente, em relação ao conteúdo desta. Tal fato chega a ser motivo de ironia por profissionais de outros ramos do Direito, que não conseguem compreender as situações relativas ao Direito Penal a partir de categorias próprias e elementares do processo penal. A proibição de utilização de provas ilícitas é expressa Continue lendo

Aparelho de escuta é encontrado no gabinete de Ministro do STF

Aparelho de escuta é encontrado no gabinete de Ministro do STF

menos de 1 minuto BRASÍLIA — A Secretaria de Segurança do Supremo Tribunal Federal (STF) descobriu um aparelho próprio para realizar escuta ambiental dentro do gabinete do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF). O equipamento foi descoberto há cerca de duas semanas, durante uma varredura de rotina feita nos gabinetes dos ministros. O material estava desativado e foi encontrado dentro de uma pequena caixa, debaixo da mesa do ministro. Não se sabe há quanto tempo o aparelho estava no local. O Continue lendo

A privacidade está morta e enterrada

A privacidade está morta e enterrada

menos de 1 minuto A privacidade, como conhecemos até bem pouco tempo, está morta e enterrada. Essa foi a polêmica lançada pelo Desembargador Dr. Ronaldo de Andrade, Tribunal de Justiça de São Paulo – TJ/SP, durante a sua participação no Seminário Políticas Públicas& Negócios, realizado pela Brasscom, em Brasília. “Nós temos a nossa intimidade preservada. Aquela que não colocamos no facebook, no twitter, no WhatsApp. Hoje para entrar num prédio é preciso tirar foto, colocar digital. Há muitas câmeras de seguranças e de trânsito. Continue lendo