Quais as principais áreas de atuação do detetive particular?

Tempo de leitura: 5 minutos

O trabalho detetive particular faz parte da cultura popular, sendo conhecida principalmente na ficção: são vários os filmes, livros e séries que abordam o tema, sempre utilizando a figura do detetive para encontrar pistas e solucionar casos misteriosos.

Aqui no Brasil, a profissão é regulamentada desde o ano de 1957, quando a Lei de nº 3.099 passou a determinar as condições e condutas para os profissionais lidarem com informações confidenciais, comerciais ou particulares.

Atualmente, um detetive particular pode atuar em diversos campos, pois o mercado é bastante amplo. Basicamente, como um profissional, você poderá atuar tanto no campo corporativo, realizando serviços para empresas, quanto no campo civil, oferecendo os serviços de investigação para as pessoas que necessitarem.

Para você que deseja trabalhar como autônomo em uma profissão emocionante, confira o conteúdo de hoje!

Como é o trabalho de um detetive particular?

Um detetive pode atuar em diversos campos, pois esse segmento tem muitas oportunidades. Ele atuará, basicamente, realizando investigações, seja levantando informações sobre um funcionário da empresa, seguindo um marido a pedido de uma esposa desconfiada de traição, seja investigando o filho para saber se o mesmo não está se envolvendo com drogas, entre uma série de outras atividades. Basicamente, deverá seguir as orientações do cliente, sempre levando em conta a ética e os direitos humanos.

Ao fazer um curso na área, o futuro detetive aprenderá a utilizar diversas ferramentas para ajudá-lo em suas investigações, assim como técnicas profissionais de investigação criminal e civil. Resumindo: um detetive trabalha oferecendo seus serviços de investigação em diferentes esferas. Contudo, é preciso agir conforme a lei, respeitando os limites impostos, para não ter problemas legais caso a prática seja descoberta.

Quais as principais áreas de atuação?

Apesar de esse profissional ser muito requisitado, no início de carreira, para casos civis e particulares, muitas empresas demandam os serviços de um detetive particular para uma série de atividades. No conteúdo a seguir, falaremos como é o mercado de trabalho e as oportunidades em empresas e com pessoas físicas. Confira:

1. Civis

  • Desaparecimento de pessoas;
  • monitoramento de pessoas no geral, babás, cuidadores e veículos;
  • investigar a reputação de pessoas e empresas;
  • rastreamento de bens furtados (como automóveis);
  • prevenção de crimes e coleta de provas e evidências para ajudar na solução de um crime;
  • investigar se os filhos do cliente estão tendo envolvimento com drogas;
  • instalação de equipamentos de espionagem nas dependências do cliente;
  • descobrir o endereço de uma pessoa;
  • levantamento de informações (como o passado de uma pessoa quando ela morava em outra cidade) etc.

Para realizar os serviços, geralmente os detetives contam com aparelhos sofisticados, como câmeras, canetas espiãs, diversos perfis em redes sociais, relógios inteligentes, drones e o que mais o caso pedir. Após fazer o curso, o detetive estará apto a realizar investigações complexas, contando com a tecnologia e técnicas mais avançadas do mundo da espionagem particular.

2. Empresas

As possibilidades abrem quando se trata de empresas. Isso porque comércios em geral, bancos, imobiliárias e empresas de diversas áreas de atuação precisam desse tipo de serviço para os mais diversos fins, como no cenário quando um funcionário será promovido a um cargo em que terá mais responsabilidades.

O empresário geralmente contrata um detetive para levantar informações sobre aquela pessoa, para saber se ele realmente é uma pessoa de confiança ou se há algo no passado dele que possa ameaçar sua posição dentro da empresa.

O profissional ainda poderá atuar levantando informações sobre clientes que tenham cometido fraudes em seu comércio, funcionários que tenham roubado algum bem da empresa ou até mesmo para verificar se está rolando espionagem dentro de sua própria organização. Quem trabalha com um produto exclusivo sabe que essa é uma preocupação real no ramo corporativo.

3. Agências de detetives

As agências são uma excelente forma de se conseguir trabalho, principalmente se você acabou de se formar e está procurando por um caso a ser solucionado. O trabalho pode acontecer com vínculo empregatício, o que não é comum, ou então terceirizado. Ou seja, a agência enviará ao detetive particular um caso que tenha a ver com o seu perfil de detetive, informando o valor a ser pago e quais são as circunstância desse trabalho.

Uma vantagem em se filiar a uma agência é a possibilidade de conhecer outros profissionais, criando uma rede de contatos que poderá ser muito útil para conseguir informações, tanto do mercado quanto de um determinado acontecimento.

A profissão de detetive particular é bastante conhecida na cultura popular e já vinha sendo praticada muito antes de ser regulamentada. Faz muitos anos que pessoas e empresas necessitam de serviços de investigação profissional para apurar uma série de atividades que só esse tipo de profissional pode exercer.

Depois de concluir o seu curso, você estará apto a exercer o trabalho de detetive particular tanto no campo civil, atendendo pessoas comuns e suas necessidades, quanto para empresas, exercendo uma série de atividades que vão desde a investigação de ex-funcionários até a espionagem inteligente de empresas concorrentes.

Gostou do artigo? Então assine nossa newsletter para receber novos posts assim que forem lançados!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *